Pages

terça-feira, 26 de abril de 2011

Compasso na Páscoa

Este ano, na Páscoa (24 de Abril), eu e a minha família tivemos o privilégio de sermos recebidos numa casa do norte do país, em Marco de Canaveses, onde as tradições de Páscoa estão ainda muito enraizadas e são diferentes do sul do pais.



Eu desconhecia estas tradições, e se calhar vocês também... Querem ver?




Foguetes... Ui... foram 3 dias (ou teriam sido 4?) deles de manhã à noite! No domingo de Páscoa começaram às 6 da manhã e não passava mais de uma hora sem que os ouvíssemos! Nunca tinha ouvido tanto foguete na minha vida!


No Domingo de Páscoa as pessoas fazem tapetes de flores para receber o compasso em casa. O compasso é composto por um padre, um senhor que carrega uma cruz, pelo senhor da caldeira, pelos meninos do sino e pelos senhores dos sacos.



Os meninos do sino anunciam a chegada.
O padre diz umas palavras e abençoa a casa.
O senhor da caldeira, segura-a, para o padre salpicar a casa com água benta.
O senhor da cruz carrega esta e dá a beijar os pés de jesus a todos os presentes na casa.
E os senhores das sacas recebem contribuições monetárias.


Os senhores das sacas podem ser até 4 e recebem dinheiro por:
- Direitos: receber o valor de um dia de trabalho do dono da casa.
- Folar: Dinheiro para comprar do folar do padre.
- Foguetes: Fogos de artificio da festa.
- Banda: Banda de música que corre as ruas da cidade.


Atrás do compasso segue a banda de música e um senhor que vai lançando fogos ao longo do percurso.


Para receber o compasso em casa os donos preparam uma mesa cheia de iguarias para as pessoas do compasso e para os familiares comerem depois da bênção da casa.
O giro desta parte é que depois da família x receber o compasso, vão todos a correr para a casa dos familiares y para estarem presentes na bênção da casa, e de seguida para a casa dos familiares z... e por aí fora... quanto maior a família mais casas se corre, mais pés de Jesus na cruz se beijam e mais se come!!!!
É um dia inteiro a andar de uma casa para a outra a beijar e a comer...!!! Há algo melhor do que isto??? hehe

Seta indica o senhor que lança os foguetes.


E assim foi a nossa Páscoa, em família, mas diferente... e a vossa como foi?

40 Seres especiais comentaram :

Sandrass disse...

hihi Muito bem comentado!!!

Gostei de ver as minhas All Star no teu blog hihi

Tás a ver como aprendes muito comigo :P e vês coisas nunca vistas hihi

Bjs ;)

Manuela disse...

Querida Gaspas, a nossa é sempre passada a viajar e sem horas para nada, a não ser para o almoço. E gosto tanto! :)

Ideias No Sotão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ideias No Sotão disse...

Aqui também há o compasso, mas não com a devoção que há nessa terra! Aqui o padre nem é padre! pelo que há muita gente que já não abre a porta ao compasso!Ás vezes é a própria igreja que arruina as tradições... Bjs

Sofia disse...

Quanta tradição vivida na tua Pascoa... para te dizer a verdade esta é daquelas festa que nunca me senti ligada, na aldeia dos meus pais não se fazia nada de especial então desde pequena que a data me passa um bocado ao lado, acabo só por fazer um almoço especial e comer muito chocolate :)
Mas gostei muito de ver como ela é vivida

A minha Páscoa este ano foi nada mesmo :( com o Leo doente passou o fim de semana como outro qualquer ou melhor pior que outro qualquer :(
Enfim o que importa é que o Leo está melhor agora :)

beijinho

Pipa disse...

A minha foi assim tal e qual!
Também sou do Norte!

Carla disse...

Em Aveiro também é assim.
Ainda bem que as pessoas dessa zona não deixam passar a tradição.
Bjs
Até mais ler

✿ chica disse...

A minha foi legal, com a família.

Mas essa foi muito linda com essas tradições, que não devem se deixar perder,não é?

beijos,chica

Ju disse...

Há uns bons anos atrás eu recordo-me de algo do genero. Ainda se visitavam as casas com a cruz, havia doces na mesa, o Sr. com o saco (só me recordo de um) e era uma alegria ouvir a banda, pois assim que se ouvia a banda era sinal que daqui a nada o sino ia lá tocar à porta.

São tradições que se perderam infelizmente, pelo menos na minha aldeia em Aveiro, lá deixou-se de andar com a cruz pelas casas por dizerem que não há dinheiro.

São tradições bonitas mas que ficam apenas nas memórias de cada um.

*
Joana

Liège disse...

Que maravilha, Gaspas!
Adoro conhecer e vivenciar esse tipo de tradições!
Nossa Páscoa foi muito boa e no dia 24 comemoramos também o 92º aniversário de meu avô.
Beijos.

LOOKINSIDE disse...

Lindas tradições ainda existentes pelo nosso país. Também assisti uma vez em que passei a Páscoa em casa de amigos nos arredores de Viseu :).
Infelizmente a minha foi muito diferente,mas apesar de tudo, com a família mais próxima, o que já me deixa feliz.

Bj

Gigi disse...

Ola Gaspas,que interessante!!!

Deve ser muito legal passar uma pascoa assim ne!!!!

Deu vontade de estar ai,e quantas delicias pra comer hein!!!!

bjs.

aprendereorganizar disse...

Muitas semelhanças com a minha...Adoro estas tradições;)

Carla disse...

Na aldeia dos meus avós faz-se o mesmo. Não sinto nostalgia nenhuma cada vez que me lembro de todo aquele ADN nos pés do «menino»... Blhéac!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Sandrass,
Foi muito bom descobrir um bocadinho de Portugal que desconhecia, ainda mais na vossa companhia!!! Não nos habitues mal, senão mudamo-nos para ai... hehehe

Manuela,
Ora ai está outra bela forma de passar a Páscoa!!!

Sotão,
É pena... existem tradições tão bonitas!

Sofia,
Como te compreendo, onde tenho morado também não existem tradições pascais... talvez por isso tenha gostado tanto de viver estas :)
As melhoras para o teu pequerrucho :)

Pipa,
:) Pois é, estive perto de ti :P

Carla,
bom saber que ai tb existem estas festas :))

Chica,
Perder estas tradições é triste pois são as nossas origens que se perdem.

Ju,
Pelo que pude ver, nas aldeias perto do Marco também só andam com 1 saco. Acho que depende da zona!

Liége,
Parabéns (atrasados) ao teu avô :)

Lookinside,
Assim vale a pena ter amigos de outras terras :))

Gigi,
Nem imaginas as delicias que comi... nham nham...

aprendereorgnizar,
Devia ser obrigatório,não se perderem as tradições!!

Carla,
Pois... também me fez confusão essa parte. ainda pensei em virar a cruz para Lhe beijar o rabiosque mas o padre podia levar a mal. Mas pelo que percebi acho que há pessoas que beijam no ar.

M. disse...

São tradições que se vão perdendo...Não gosto do lado ostentatório...

Marciane Pagliari disse...

Oi!!!!!!!!
Que bacana esta tradição!

Em alguns lugares por aqui faz-se esta peregrinação. Mas sem comilanças.

A única coisa que achei estranha foi tanta gente beijando a cruz...Deu um certo nojinho...

Minha Páscoa foi bacana pois recebemos amigos especiais em casa!


Bjs

Patricia disse...

Olá Gaspas!!!

Estou regressando aos poucos, depois das férias, ficam muitas coisas para pôr em ordem.

Ao que vejo, minha Páscoa foi como a tua, mas com algumas diferenças.
Na minha aldeia, não se fazem os tapetes de flores e os músicos já não acompanham o compasso, pois a aldeia tem muito poucos habitantes e estes aparatos ficam caros. Mas é sem dúvida uma celebração muito bonita e que fica no coração, por isso, normalmente a Páscoa é passada na nossa terra.
Também preparamos uma mesa farta e bonita, com belas toalhas e flores, para receber o Senhor.

Beijinho grande.

Maria Vicente disse...

Muito giro ver as tradiçoes que ainda se manteem por este pais fora. Onde eu fui a Castro Daire também ainda é assim. Eu pessoalmente não beijo a cruz nem dou nada, mas os meus sogros e familia cumprem à risca a tradição.
Beijinho

*Sininho* disse...

Uau! Estou a ver que é mesmo uma tradição à séria! Na terra dos meus avós, também se ornamentam as entradas das casa com flores para aguardar a visita do padre para abençoar a casa :)

SauloRM disse...

Sr das Bombas! HUHU

Legal a tradição ai, parece um pouco com as procissões aqui no Brasil, onde enfeita-se ruas de imagens feitas de flores e serragem colorida fica lindo.

PINTA ROXA disse...

São tradições que ainda perduram e que nos fazem muito bem á alma.
Aqui onde moro não temos nada disso mas já passei pascoas (na terra do meu Ex.) Viseu, que realmente a páscoa têm outro sentido, outro gosto.
Adorei as fotos e a explicação.
Beijokas

Mónica disse...

Olá vim retribuir a visitinha e fiquei encantada com as fotos !!
Aminha Pascoa foi em casa fizemos a caça aos ovos de chocolate e lá se passou!!
Beijokinhas grandes
Mónica

An@ disse...

Eu passei por aqui... em casa com família.

Desconhecia essa tradição. Muito bonito! Tantas flores... que lindo!

Beijokas
Um dia feliz

mfc disse...

Só faltou dizer que ao fim do dia os elementos do compasso estão todos com uma borracheira das antigos!

Tanita disse...

Nós não ligamos nada à Pascoa mas, gosto destas tradições.

Ana disse...

Estas fotos e a descrição que fez, tirando os foguetes, vivi-as os primeiro 17 anos da minha vida, tal e qual. Depois de mudar para outra freguesia do mesmo concelho, a tradição era totalmente diferente, e cada vez resta menos dessa tradição que existia.

Este ano fiquei admirada, com familiares do meu marido, que não abriram a porta, pela primeira vez, porque são mulheres que fazem a visita Pascal, nada de padres, e, pelos vistos estão mais interessadas em decorar detalhes da decoração das casas, do que propriamente a fazer o que lhes compete.
Realmente, a tradição já não é o que era. E para mim que cresci com essa tradição, parece que já não vivo a Páscoa há alguns anos.

Gostei muito do post e das fotos :)

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

M,
Pois... nem eu!

Marciane,
Yap... é um pouco porquinho. Pelo menos podiam limpar... Mas há quem beije o ar.

Patrícia,
Quem deixa as aldeias deixa também as tradições, e com as aldeias cada vez mais vazias, perde-se muita cultura.

Maria Vicente,
Apesar de não ser praticante acho giro descobrir estas tradições, e... em roma faz como os romanos! :)

Sininho,
E ficam tão giras enfeitadas :)

Saulo,
Fica bonito tudo colorido... e viva a festa :))

Pinta Roxa,
É sempre interessante descobrir costumes diferentes dos nossos :)

Mónica,
Essa caçada deve ser interessante! Quem sabe para o ano não faço uma. Grata pela ideia :)

An@,
Se estiveste em familia estiveste bem acompanhada :)

mfc,
hahahaha... uns dos que tenho ai nas fotos até foi ao fim do dia... eles andavam direitos mas não reparei no bafo :P

Tanita,
É como eu... normalmente é um dia como os outros :)

Ana,
Abençoar é uma coisa ... cuscuvilhar é outra...

Marta disse...

Bela reportagem ;)

Bettsy Bettsy disse...

Na minha zona ainda se mantem algumas dessas tradições mas cada ano que passa tornam-se menos :(

amora disse...

Tão giro! Também gosto de assistir a essas coisas diferentes... A minha Páscoa foi com a família. Avós, tios, primos e netos, tudo junto :) Temos o hábito de nos reunir para fazer um piquenique. Este ano, como estava de chuva reunimos num restaurante integrado numa unidade de turismo rural. Foi uma tarde bem passada. Beijinhos :)

Malena disse...

Na minha terra também é assim, à excepção dos músicos. Para além de tudo, os miúdos andam em bandos atrás do compasso e a entrar de casa em casa para levarem guloseimas. :)

Fresco_e_Fofo disse...

Só pelo facto de largarem foguetes logo às 6 da manhã, mereciam ser abatidos. eheheh

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Marta,
:))

Betty,
E é uma pena...

amora,
Piquenique deve ser giro :)

Malena,
hehehe malandrecos!

Fofo,
hahahaha... é uma emoção!!! Acho que isso de ser às 6 da manhã é por ser uma hora antes da missa. É o: levantem-se malandros que o padre já está a vestir a batina!

disse...

nao posso passar sem comentar aqui.adorei estas imagens porque me fez lembrar de quando eu era pequena e ia beijar a cruz na casa da minha avo depois de termos (as minhas primas,minha mana e eu)decorado o chao na entrada da casa com imensas flores,ficava tudo tao giro!!eu sou do norte tambem,vila nova de famalicao!!

beijinho

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

:) São tradições tão bonitas que mesmo que não se esteja ligados à religião sabe bem vivê-las :)

Fernanda disse...

Voltei das "férias"! Aleluia, aleluia! ( Para continuar na linha do teu post!)LOL...

Por aqui é muito semelhante, Gaspas; então de foguetes, nem me fales que é uma coisa que me deixa absolutamente possessa! Desperdício de dinheiro e poluição sonora, mas enfim, é o Minho!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Fernanda,
Tens razão... os fogos são demais. Acho que em certas alturas não passavam 15 minutos sem os ouvirmos...
Bem-revinda :)

Luisinha disse...

Eu sou natural de uma terra lá bem perto do Marco, por isso conheço muito bem essas tradições. Em casa dos meus pais sempre passou o compasso, nunca achei piada nenhuma, de tal maneira que desde que casei há quase 18 anos, que acabei com essa tradição!
Bjinho

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Luisinha,
Acredito. eu se morasse aí se calhar tb não acharia, até porque não frequento a igreja, mas... como ia de visita achei a novidade interessante :)

Related Posts with Thumbnails