Pages

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Almas gémeas

No livro, Só o amor é real, o autor Brian Weiss passa-nos a mensagem de que cada um de nós tem uma alma gémea, uma pessoa que nos acompanha ao longo de todas as nossas vidas.

Deixo-vos dois bocadinhos do livro. Este, sobre o aborto:

"- Um aborto provocado ou espontâneo implica, em geral, um acordo entre a mãe e a alma que iria entrar no bebé. Ou o corpo do bebé não seria suficientemente saudável para poder desempenhar as tarefas planeadas na sua vida futura - continuei -, ou o tempo não era o adequado para os seus objectivos, ou houve uma modificação da situação exterior, como o abandono do pai quando os planos do bebé ou da mãe requeriam uma figura paterna. Compreende?

(...) - Vou falar-lhe apenas da minha investigação - expliquei -, não do que li ou ouvi dos demais. Esta informação vem dos meus pacientes, geralmente quando estes se encontram sob hipnose profunda. Por vezes as palavras são deles, outras vezes parecem provir de uma fonte mais elevada.

Pedro assentiu de novo com a cabeça, mantendo-se calado.

- Os meus pacientes dizem que a alma não entra de imediato no corpo. Na altura da concepção, a alma faz uma reserva. Mais nenhuma alma pode possuir aquele corpo. A alma que reservou o corpo daquele bebé em particular pode entrar e sair deste como desejar. Não está confinada. É semelhante ao que se passa durante um coma - acrescentei.

(...)- Durante a gravidez, a alma fica cada vez mais e mais ligada ao corpo - continuei - mas a vinculação apenas está completa por volta da altura do nascimento, pouco tempo antes, durante ou logo depois.

(...)- Tive casos nos quais a alma, depois dum aborto provocado ou espontâneo, volta para os mesmos pais no seu próximo bebé."


E mais um bocadinho... sobre, uma simpática mão:


"No final dum dos meus workshops, uma participante contou-me uma história maravilhosa.

Quando ela era pequena, se deixasse propositadamente a sua mão pendurada do lado de fora da cama, sentia que uma outra mão segurava com carinho a dela, e ficava tranquila independentemente da ansiedade que estivesse a sentir. Muitas vezes, contudo, quando a sua mão descaía por acaso para fora da cama, o aperto de mão surpreendia-a e ela instintiva e abruptamente retirava a mão, quebrando o contacto.

Ela sempre soubera quando procurar o contacto da mão para se sentir confortada. É óbvio que não existia nenhuma forma física debaixo da cama.

Ao crescer, a presença da mão manteve-se. Casou, mas nunca falou ao marido desta experiência, pois parecia-lhe ser muito infantil.

Quando engravidou do seu primeiro filho, a mão desapareceu. Ela sentiu falta da sua familiar e carinhosa companheira. Não existia nenhuma mão real que segurasse a dela daquela mesma forma.
O bebé nasceu, uma linda filha. Pouco depois do nascimento, estando deitadas juntas na cama, a bebé segurou-lhe a mão. Um reconhecimento súbito e poderoso daquela velha sensação familiar avassalou a sua mente e corpo.

O seu protector tinha regressado. Ela chorou de felicidade sentiu-se imersa numa enorme vaga de amor. Era a conexão que sabia existir muito além do mundo físico."


E por aí também há uma mão a segurar a vossa?

40 Seres especiais comentaram :

Sissamar disse...

Muito comovente estas trancrisões! Uma vez tb li um excerto de um livro sobre o aborto, que tb me deixou muito pensativa!
Beijinhos

Poupadinha disse...

É linda a história da mão!

Tuquinha disse...

Por experiências passadas, tenho a certeza que sim.
Beijinho e Boa semana

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Sissamar, lembras-te que livro foi?

;)

An@ disse...

Que espectáculo...

Tenho uma história particular idêntica com o meu marido ... eh eh

Linda e estranha!

Beijos

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Que bom An@, nada como ter uma história assim para se acreditar! :)

An@ disse...

Eh eh

Verdade!

Sissamar disse...

Olha, agora fui procurar no blog da menina que o transcreveu e este já não está activo. Era o "Blog da Syll", mas através da lista de blogs consegui ver que o livro se chama "Deixe-me viver". Não sei se está editado cá e se tem o mesmo nome, já que era um blog brasileiro.
Beijinhos

Sissamar disse...

Olha, vê este liink, parece-me que dá para baixar gratuitamente o livro através daqui:

http://ebooksgratis.com.br/livros-ebooks-gratis/religioes-e-espiritualidade/espirita-deixe-me-viver-irene-pacheco-machado/

Sissamar disse...

Espero é que seja o mesmo! Não consegui saber o nome do autor, mas tb acho que não devem haver dois livros com os mesmo nome!

Spooky disse...

Muito bonita, até arrepiei com a familiaridade que a mãe sentiu ao bebê tocar a sua mão, assim como a "alminha" de antes...
O Amor é um sentimento muito especial, pena que muitos dos sujeitos não conseguem compreender ou sentir o amor.

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Deve ser o mesmo, pelo menos pelo que vejo no índice!!!

Bigada! :)

Sissamar disse...

Pois tb me pareceu. Espero que seja do teu agrado. Beijinhos

Luísa disse...

Obrigada pela partilha. Gostei bastante.
Também gostei muito da foto :-D

Velud'arte disse...

O testemunho dessa jovem mãe foi realmente interessante!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Luisa, foi tirada umas 3 semanas antes do Piki nascer!! Pus o OM de fotografo... não pode ser só fazer o cachopo também de se esticar para outras coisas... hihihi :)

Patricia Barros disse...

A Doutrina Espírita não aceita o aborto e explica.

“Há crime sempre que transgredis a lei de Deus. Uma mãe, ou quem quer que seja, cometerá crime sempre que tirar a vida a uma criança antes do seu nascimento, por impedir uma alma de passar pelas provas a que serviria de instrumento o corpo que se estava formando”.

Existem várias considerações magníficas e dignas de leitura.

Um exemplo:
Segundo a doutrina espírita, reencarnar com a Síndrome de Down é uma oportunidade abençoada de evolução, inclusive para os pais que assumem esta sublime missão.O aborto aqui é inadmissível.

É um assunto que nos leva a muitas considerações...

Belo post!

Andréa Lisboa disse...

Oi Gaspas!!!!!!
eu tenho esse livro, é maravilhoso... quanto aprendizado...
Ótima semana! bjs!!1

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Patricia, nunca tinha pensado no aborto visto desse prisma... de se interromper uma missão que determinada alma tinha. O livro que a Sissamar indicou fala disso mesmo.
A minha busca era mais relativamente aos abortos espontâneos, ... foi uma surpresa descobrir a "versão" do aborto voluntário. Mas está a ser interessante toda esta minha descoberta: As almas "destruídas" por serem rejeitadas...

;)

Administrator disse...

Olá!
Obrigada pela visita. O borax é Borato de Sodio. O que tenho, comprei na farmácia. Mas não existe em todas, é uma questão de perguntar.
Entretanto,também ouvi dizer que há à venda em algumas lojas de ferragens e em espaços do género do Bricomarché.
Bjs
Gina
Maçã Dentada

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Obrigada!

Cora disse...

Que testemunho interessante.
*))

Aposto que é um livro intrigante.

Voando como borboletas disse...

Belo testemunho, nos chama a responsabilidade que temos com os que nos são confiados nesta vida. beijos de sol para te iluminar

Daniele O disse...

Olá!
Tenho muitas histórias para contar, vivencio sempre algumas como está no grupo que frequento.
Bjs
Ser Estranho Ser!

Carla Isabel disse...

...magnifico.Adorei...tb acredito na alma gemea.

bjs

Piena disse...

Adorei a história da mãozinha e acredito muito nisso!!Você já leu o livro - Nutrindo a Alma do Seu Bebê - Elizabeth Clare Prophet, relata várias histórias parecidas e também tenta ensinar como preparar se espiritualmente para o nascimento do filho!!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Piena, não conheço! Vou ver se encontro :) Obrigada pela dica!

Fernanda disse...

Engraçado, o Duarte desde bebezinho também procurava muito a minha mão!
Há coisas que não se explicam, sentem-se e nesse sentir está contida toda a explicação. É muito pessoal!

Liège disse...

Que linda história! Fiquei arrepiada.
Sobre o aborto provocado... sou contra.
Beijos.

mãe rã disse...

Que historia linda, e comovente, quem e mae nao fica indiferente.
Felizmente na minha vida tenho duas maozinhas que me seguram todos os dias :)

Cristal disse...

Olá :)

tenho andado tão preguiçosa...
bjs

Fresco_e_Fofo disse...

Fosga-se, se eu metesse a mão de fora e sentisse outra mão agarrar-me, acho que mudava era de casa eheheh.
Bjs.

Patricia Barros disse...

Olá Gaspas!

Não sei que livro a Sissamar indicou, mas "O Livro dos Espíritos" é uma fantástica na área e dá resposta a várias questões, aliás, o espiritismo tem uma explicação para tudo, nunca deixam uma pergunta sem resposta.

Super beijinho :)

Mimo Chic disse...

quanta doçura!Estamos enantadas!!!
Seguiremos.
Esperemos retribuir esse carinho no nosso blog também,
quem sabe tê-la como seguidora, pois pessoas assim tem alma grande,
fique em paz,
Lulu e Sol

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Patricia, a sissamar indicou este: "Deixe-me viver" http://ebooksgratis.com.br/livros-ebooks-gratis/religioes-e-espiritualidade/espirita-deixe-me-viver-irene-pacheco-machado/

Sobre o livro dos espíritos, encontrei isto na net:
http://livrodosespiritos.wordpress.com/
É este?

Obrigada :)


Fofo, se sentires uma mão a agarrar-te antes de fugires vê se não é uma gaja toda boazuda... hahaha

Fresco_e_Fofo disse...

Vejo poucas probabilidades de isso vir a acontecer.
Mais depressa acreditava em almas do outro mundo eheheh.

RENATA RZ disse...

Genteeee arrepiei!!!

que felicidade poder ter um protetor!

Sobre os abortos, concordei, mas incluo mais um ítem: eu acredito que haja situações em que o bebê não entra em acordo, não.

Mas é só a minha opinião!

Beijinhos green

maria emilia disse...

Linda história !! beijos

Anabela disse...

Oh mulher, nós devemos ser mesmo muito parecidas em termos de gostos literários. Já li todos os livros deles e adorei tudo. Faz-nos pensar em muita coisa.

Esse livro que falas foi o que mais gostei.

Beijinhos,
Anabela

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Fofo,
Vê lá se te puxam a perna :P

Renata,
Tenho procurado mais sobre este tema relacionado com o aborto, para poder tirar mais conclusões, mas sem grande sucesso.

maria emilia,
:)

Anabela,
Sim, faz-nos pensar... Às vezes gostaria de experimentar uma sessão para me deixar mais esclarecida, ou mais curiosa hehe

Related Posts with Thumbnails